Thursday, 30 April 2020

Benfica 1996 - Valdo




Valdo Cândido Oliveira Filho, melhor conhecido pelo apelido: Valdo, regressou ao Benfica no início da época 1995/96. Tinha voltado do Paris St Germain, onde tinha jogado quatro épocas depois de ter sido contratado do Benfica em 1991.
Ja com mais de 30 anos não deixou de ser o maestro regente no meio campo, onde "tocava a musica". Na sua primeira época de volta ajudou conquistar a Taça de Portugal. Isso deu accesso à Taça das Taças.
Enquanto as primeiras duas eliminatórias contra o Chrozow e Lokomotiv de Moscovo foram tarefas menos complicadas, os quartos de final não dixaram esperar facilidades. O adversário foi a Fiorentina, e com nomes soantes como Rui Costa e Gabriel Batistuta, entre outros, ia se ao primeiro teste contra uma equipa forte. O jogo da primeira mão em Lisboa acabou com uma derrota por 0:2 e as contas para a segunda mão estavam complicadas. Em Florença aos 22 minutos Edgar marcou o 0:1 e parecia que podia haver milagre. Mas ao fim nao deu para marcar mais um golo e assim terminou a campanha com esse resultado. Valdo foi titular e vestiu a camisola mostrada nesse jogo. Deixou o Benfica no fim da mesma época como um dos melhores jogadores que vestiram o manto sagrado. Nos seus palmares encotnram se dois campeonatos e uma Taça, mais uma Supertaça.

Valdo Cândido Oliveira Filho, better known as: Valdo, returned to Benfica at the start of the 1995/96 season. He returned from Paris St. Germain where he had spent the 4 seasons before, after he left Benfica in 1991.
Already passed the 30 years mark, he didn`t leave a doubt that he (still) would be the playmaker known from former times. In his first season back he helped win the Portuguese Cup, that gave access to the Cup Winners Cup in 96/97.
While the first two rounds vs Chrozow and Lokomotiv Moscow where not that complicated, the quarters proved to be a first hurdle. The opponent, Fiorentina ended 3rd in the season before and had players like Rui Costa and Gabriel Batistuta amongst a strong team. First match at home ended 0:2 and made it a difficult task to complete at Artemio Franchi. But at the 22nd minute Edgar scored and hope began to arise. Unfortunately it was the only goal and so Benfica was out.
The shirt shown was worn by Valdo during this match. He left Benfica at the end of the season for a move to Nagoya Grampus in Japan. Today he is still being counted as one of the best foreign players of all time, wearing the red shirt of Benfica.

Jogo/ match: 20.03.1997  Fiorentina vs Benfica  0:1

Fornecedor/ outfitter: Olympic

Saturday, 15 February 2020

Portugal 1971 - José Mendes



José de Jesus Mendes nasceu a 16 de Janeiro 1947 em Setúbal. Ele atuava como defesa central e passou a maioria da sua carreira a jogar pelo clube da sua cidade natal, o Vitória.
Ele fez parte da equipa base que teve os maiores sucessos da história do clube. Logo na sua época de estreia, em 1966/67, venceu a segunda Taça de Portugal para o clube. Durante os anos setenta ele ajudou o clube a alcançar o segundo lugar da Primeira Liga por duas vezes e jogou vários jogos em competições europeias pelos Sadinos.
Durante duas épocas (75-77) ele representou o Sporting, antes de voltar para Setúbal. Aínda jogou para o Amora FC e o UFCI, antes de pendurar as botas em 1982.
Foi chamado à Seleção de Portugal pelomenos 9 vezes, jogando em 8 jogos. Digo isto, porque esta camisola foi vestida por ele durante um jogo em que não saiu do banco. Ele estreou-se a jogar na  partida contra a Bélgica em 1971, e fez o ultimo jogo em 1976 contra a Itália.
Esta camisola é interessante, porque foi um fornecedor completamente fora do habitual. Pelo que sei, foi a única vez, em que Portugal utilizou camisolas da Umbro. Isto aconteceu durante o jogo contra a Escócia em Hampden Park no ano 1971.

José de Jesus Mendes was born on 16th of Jan. 1947 in Setúbal. He played as a central defender, more or less, his whole carreer at his hometown, for Vitória de Setúbal.
He was part of the base team that was the "golden era" of the club in the early 70s. Right in his first year as a pro in 1966/67 he helped the club win the second Cup for the club. As mentioned before, the early 70s were the most successful years, when Vitória became Vice Champion two times and was a constant participant in the Europen Cups.
He had a short spell of two seasons at Sporting, before returning home and in his late years he represented Amora FC and UFCI, before hanging his boots in 1982.
He played for Portugal 8 times, being called at least 9 times. I`m saying this because this shirt is benchworn by him. His first match was vs Belgium in Nov 1971 and his last cap resulted from a match vs Italy in 1976.
This shirt is quite interesting because it was not made by the usual outfitteres. It`s probably the only time Portugal wore Umbro. It happened during the match vs Scotland at Hampden Park in 1971.

Jogo/ match: 13.10.1971  Scotland vs Portugal  2:1

Fornecedor/ outfitter: Umbro

Thursday, 23 January 2020

Portugal Home Kit 2020



O habitualmente bem informado site Footyheadlines avançou com as imagens do novo equipamento de Portugal para o Euro 2020. O design corresponde ao que ja se viu das outras equipas fornecidas pela marca norte americana. Assim encontram-se riscas em zigue zague na parte lateral e as cores (verde-vermelho-preto) repetem-se nos punhos.
A maior novidade é o colarinho tipo Polo. A Nike ja tinha utilizado botões no equipamento alternativo de 2014, mas com um colar mais subtil.
Os números e Nomes continuarão a ser dourados.

Usually well informed site Footyheadlines, leaked the new Portugal home kit for the 2020 Euro.
The design features some of the elements of the new template used on other kits aswell. The zig-zag stripes on the side can be found on other shirts, too.
The main eyecatcher might be the Poloshirt look of the collar. Even though buttons are not new (Portugal away kit 2014 had them), the collar was more subtle then.
Numbers and names will remain golden.

Thursday, 2 January 2020

Feliz ano novo / Happy new year


Um feliz ano novo para todos leitores do blogue

A happy new year to all readers of this blog


Friday, 27 December 2019

Benfica 2016 - Victor Lindelöf



Victor Nilsson Lindelöf nasceu a 17 de Julho 1994 em Västras na Suécia. Começou a jogar futebol, representando varios clubes da região da sua cidade natal. Em 2010 fez o seu primeiro jogo pela equipa principal do Västeras SK e fez parte da equipa que conseguiu a promoção para o segundo escalão do país.
Com a sua contratação em Dezembro de 2011, o Benfica voltou confirmar a sua aposta na juventude e, como mais tarde se viu, a sua competência no recrutamento de novos talentos. Inícialmente contratado para reforçar as equipas juniores do Benfica, logo se sagrou Campeão de Portugal com os Juniores A. Seguiram-se épocas ao serviço da equipa B, mas mesmo assim, também foi chamado à equipa pricipal de vez em quando. A primeira vez isso aconteceu em Outubro 2013 num jogo para a Taça de Portugal.
O seu trabalho constante fez dele uma peça fundamental para a equipa B e mesmo a nível internacional foi um jogador importante da equipa que se sagrou Campeã Europeia Sub21 em 2015, batendo na Final Portugal, e assim também alguns dos seus colegas no clube.
Mesmo assim não conseguiu impor-se contra a concorrência da equipa principal, e assim ja estava prevista uma transferência para o Middlesborough no inverno de 2015/16. A sua sorte foi a infelicidade de Lisandro Lopez que se lesionou numa desclocação ao Moreirense, onde saltou do banco e convenceu com muita frieza no centro da defesa. A alcunha "Iceman" apareceu ao longo da época, onde as suas qualidades podiam ser apreciadas todos os fins de semana e mereceu muitos elogios.
Ao fim da temporada 2015/16, somaram-se 13 vitórias em 14 jogos e o titulo, ao ultrapassar o Sporting na recta final da época.
Seguiu-se mais um titulo de Campeão na época seguinte, antes de do Benfica decidir ceder o seu passe à troca de €35m ao Manchester United, onde aínda hoje joga.
A camisola apresentada foi do jogo para a Supertaça 2016 contra o SC Braga.

Victor Nilsson Lindelöf was born on 17th July 1994 in the swedish city of Västras. He started playing football, representing various clubs in the region of his hometown, before having had his first call for the senior team of Västras SK in 2010.
With his signing in December 2011, Benfica not only confirmed its commitment to invest into the youth, but also his competence in scouting new talents. This, of course, only was clear at a later stage.
Initially signed to be incorporated in the U19 team, he helped it winning the Portugese Championship in his first year.
He became regular first call to the second team of Benfica, playing in the second division, in the following years, but also was called ocasionally to represent the first team. This happened for the first time in October 2013 for a Cup match.
His constant hard work made him a fundamental player of his team, but even at international level, he was an important piece of the team that won the 2015 U21 European Championship, beating Portugal in the Final, and so, some of his teammates.
Even though, he couldn`t make it against the heavy competition in the first team, and a eventual move to Middlesborough was being talked in the Winter Transfer Period of 2015/16. The misfortune of Lisandro Lopez in a league match, shortly before the close of the transferperiod, turned out to be his lucky moment. He came from the bench and his cool minded style later earned him the name "Iceman". He played all the matches to the end of the season and helped winnig 13 out of 14 matches to outperform Sporting on the home stretch.
The following season was his last for Benfica, as the club agreed with Manchester United on a transfer for the sum of €35m.
The shirt shown above is of the Supercup Final 2016 vs SC Braga.

Jogo/ match: 07.08.2016  Benfica vs. Braga  3:0

Fornecedor/ outfitter: Adidas

Monday, 4 November 2019

Portugal 2016 - André Gomes



André Filipe Tavares Gomes nasceu em Grijó a 30 de Julho 1993. Passou pelas camadas jovens do Porto, Boavista e Benfica e estreou-se a jogar pela equipa principal do Benfica dia 28 de Julho 2012, mas permanecendo na Equipa B durante a época. Mesmo assim, o médio central foi aparecendo na equipa prinicpal e assim acabou a sua primeira época como senior com 9 jogos pela B e 17 jogos na A.
Na sua segunda época ja foi a jogo 23 vezes pela equipa principal marcando dois golos. Um deles ficou para a história e ainda hoje qualquer Benfiquista se lembra desse toque de magia, em que passou a bola por cima do defesa portista na grande área e a afundou na baliza, sem dar possibilidade ao guarda redes. Foi o golo que deu ao Benfica a Final da Taça e mais tarde o triplete inédito.
Em 2014 foi emprestado ao Valencia e mais tarde contratado pelo clube espanhol. Seguiram se duas épocas menos felizes no Barcelona, antes de ser emprestado ao Everton em 2018, onde conseguiu realçar a sua carreira, jogando regularmente. Este ano assinou contrato valido por cinco épocas com os Toffees.
Ontem foi vitima de uma falta dura, batendo num adversário o que resultou numa fratura do tornozelo. Ficam aqui os meus votos de melhoras e muita força para a recuperação. Voltarás mais forte!
Em 2016 foi Campeão Europeu por Portugal.

André Filipe Tavares Gomes was born on 30th of July 1993 in Grijó nearby Porto. He went through the youth systems of Porto, Boavista and Benfica before having his first match for the senior team of Benfica on 28th of July 2012. Despite being linked to the second team, he had 17 matches played for the first team, while playing 9 times for the B`s.
In his second season 2013/14 he played 23 times for Benfica`s first team, scoring twice. One of these goals will never be forgotten as it sent Benfica to the Cup Final and consequently achieving the first treble in club history.
In the following season he was loaned to Valencia and later signed by it. Afterwards he had a less lucky spell of two seasons at Barcelona before being loaned to Everton in 2018. He gained confidence and was a regular call on the pitch. He sigend a five year contract last summer.
Yesterday he was victim of a foul and a crash into an opposite player that resulted in a fracture dislocation to his ankle. All the best André! Forca...

Jogo/ match: 29.05.2016  Portugal vs. Norway  3:0

Fornecedor/ outfitter: Nike

Saturday, 26 October 2019

Benfica 1982 - Zoran Filipovic



Zoran Filipovic é um nome ainda muito soante no universo benfiquista. Lembro-me de quando pequeno, mesmo não ter tido oportunidade de o ver jogar, contarem maravilhas sobre ele.
Nascido a 6 de Fevreiro 1953 em Titograd na antiga Jugoslavia, tornou-se estrela no Estrela Vermelha de Belgrado. Representou o clube durante onze épocas em mais de 500 jogos e com mais de 300 golos marcados. Depois de uma época no Club Brugge, foi contratado pelo Benfica em 1981. Foi apenas o terceiro estrangeiro a jogar pelo SLB, e o primeiro de lingua não Portuguesa.
Afirmou-se no Benfica de tal maneira que não deixou margem para dúvidas. Vindo de um campeonato completamente diferente e com o toque de que os jogadores do bloco leste serem fortes fisicamente, ele venceu e convenceu. Sendo ponta de lança versátil, ele tanto marcava como assistia aos golos.
A primeira época aínda não deu para conquistar titulos, mas a sua segunda foi de tal qualidade que devem ter sido as maravilhas que tinha ouvido como puto. Não apenas ajudou conquistar a dobradinha, mas foi crucial para o Benfica voltar a uma Final europeia após de 15 anos de jejum. Foi o melhor marcador da Competição dessa época, mas nas duas finais da Taça UEFA contra o RSC Anderlecht faltou-lhe a pontinha de sorte que teve nos jogos anteriores.
A proxima época foi a sua ultima pelo Benfica. Contra forte concorrência de Nené, Diamantino e Manniche, apenas alinhou em 14 jogos, mas mesmo assim marcou 7 golos e ajudou o Benfica alcançar o Bicampeonato.
Deixou o Benfica em 1984, após de 84 jogos e 41 golos, e foi para o Boavista onde jogou mais duas épocas antes de pendurar as botas.
A camisola apresentada foi utilizada por ele durante a época de 1982/83.

Zoran Filipovic still is a very well remembered name within the Benfica universe. I still remember stories of magic being told about him, despite not having seen him playing.
He was born on 6th of February 1953 in Titograd/Macedonia in the former Republic of Jugoslavia. He became a star in the (coincidently) Red Star Belgrade where he played during 11 seasons between 1969 and 1980, scoring more than 300 goals in more than 500 appearances.
In 1980 he moved to Club Brugge and one year later to Benfica, where he became only the 3rd foreign player and the first non native portuguese speaking one.
Coming from a pretty much unknown Championship, but with the aura of being a physically strong eastern european he convinced and gained his credits. As a versatile striker he was either good in scoring as in assisting his teammates.
While during his first season he didn`t win any silverware, the "exploded" during his second. Not only he helped to wind the domestic double, but he also was crucial in helping secure a spot in a european Final for the first time in 15 years. He became best scorer of the UEFA Cup competition that year, scoring 8 goals.
The next season he was not as lucky as before, only having 14 appearances but still scoring 7 goals and helping win the Championship back to back.
He left the club in 1984, joining Boavista and playing two more seasons, before saying goodbye to the pitches as a player.
The shirts shown was worn by hin during the 1982/83 season.

Jogo/ match: -

Fornecedor/ outfitter: Adidas